domingo, 3 de fevereiro de 2013

ANJO


 Sonhei com um Serafim que não possuía as nobres asas tão desejadas aos anjos terrestres, mas sua áurea iluminada por uma carapinha grisalha cheia de sabedoria me apresentava uma casa rústica, de móveis antigos e muitas imagens de santos católicos e figuras folclóricas artesanais. Naquele ambiente eu me queixei sobre o amor e em tons de vermelho ele se apresentou por uma frase de Vladimir Nabokov: "Eu sou a luz da sua vida, labareda em sua carne. Sua alma, sua lama." Vim para te encher de pecados e me tornar vítima das suas pertubações noturnas.
 E por fim, antes que abruptamente acordasse, determinou, " Não sou o seu Lolito, mas minha missão é ser sua tragédia. Me ame!"

Um comentário:

Maria Lucia Ferreira disse...

apesar de dure muito lindo e real