domingo, 3 de janeiro de 2010

PROMESSA DE INÍCIO DE ANO - REVER AS CONQUISTAS


Dentre as tantas promessas que fiz para o ano que se inícia, uma me fez retomar a outra pessoa que fui no passado. Anos depois, quando eu penso que sei muito da vida por conta de experiências que suponho ter adquirido, me volto a pensar como a dez anos atrás e vejo uma pessoa em busca de crescimento espiritual, cheio de desafios, planos, projetos e sonhos. Não tinha noção de que conseguiria realizá-los porque muitas delas não passavam de promessas de início de ano, como as atuais. E os anos passaram e sem que eu percebesse os sonhos foram pouco a pouco se concretizando e eu amadurecendo. Ganhei maior segurança para enfrentar a vida, aprendi coisas, tomei conhecimentos que antes ignorava e assim, no dia a dia, numa luta silenciosa, morosa e incansável fui conquistando espaços, conhecendo gente, falando com mais propriedade e me tornando uma pessoa feliz, mesmo sem me atentar de que era felicidade o que eu sentia.
Hoje, quando trago no peito uma soberba de quem envelheceu um pouco mais e o pensamento de quem já possui experiência por experimentar de tudo um pouco, sinto uma necessidade enorme de voltar ao passado recente, o mesmo daquele jovem sem rumo, inseguro, fraco, tímido e cheio de sonhos, porque parece que estagnei na faculdade do sonho. Não consigo planejar muita coisa para o futuro tendo a impressão de que cheguei ao fim da história, da minha história. E que daqui para frente só tenho frutos a colher e nada mais a plantar. Isso apesar de me entristecer, me faz refletir sobre nossas conquistas e sonhos e acabo por concluir que as vezes na vida precisamos descer um pouco do pedestal com a mesma sabedoria com que subimos para repavimentar os degraus e rever nossas conquistas para que elas sejam fonte inspiradoras para novos sonhos, planos e objetivos.

3 comentários:

LUIZINHO BRITO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Valter disse...

Quando deixamos de sonhar, "seo dotô" pode atestar nosso óbito!

Karina Tobias disse...

Rever conquistas? Já foram conquistadas, portanto reveja somente os passos usados para a conquista.
E sonhe com os novos caminhos, projetando os passos em solo firme.