sexta-feira, 20 de abril de 2007

BOLIVIA CORTA 20% O GÁS DO BRASIL E ARGENTINA

Fonte: agência Reuters
A Bolivia reduziu em 20% a exportação de gás natural para o Brasil e Argentina. Segundo o governo boliviano, a causa dessa redução são os danos causados no sistema de gasoduto, provocado por manifestantes na província de Gran Chaco.
A produção de gás no campo de San Alberto, onde a Petrobras opera, caiu de 10 milhões de metros cúbicos diários para apenas 3,4 milhões, segundo informou um executivo da estatal boliviana YPFB. Essa diminuição do bombeamento de gás poderia se agravar a partir de domingo.
É crítica a situação na região de Gran Chaco, onde manifestantes exigem participação nas receitas geradas pela exploração de gás na região. Isso tem dificultado as negociações entre os presidentes Evo Morales, Lula e Kichner.
Ao que me parece, a pouco mais de uma semana para a Bolivia comemorar o primeiro ano de estatização dos hidrocarbonetos, o seu presidente Evo Morales não conseguiu tomar para si o controle da situação. Ou pelo menos não apresentou um projeto claro de como deverá tocar essa nacionalização.
Nacionalização esta que ainda não foi consolidada pelo Congresso e que enfrenta resistência no Senado boliviano, a ponto de Evo Morales ameaçar fazer greve de fome, caso essas instituições não votem os 44 contratos de consolidação ainda nessa semana. Ele sabe que a situação cada vez se complica mais, principalmente porque o Brasil e a Argentina são responsável por 33 milhões de metros cubicos diários de gás e que só a Argentina comprará mais 20 milhões a partir de 2010.
Se perder esse mercado, restará aos bolivianos negociarem com os EUA ou com o Chile, o que seria um contra gosto para Evo Morales.
Por parte do Brasil, a Petrobrás informou que o fornecimento não será prejudicado e segue informações de que o presidente Lula já pensa em buscar gás na Argélia, caso não se resolva da melhor maneira a situação boliviana.

2 comentários:

Leandro disse...

Parabéns pelo blog e pelas materias postadas.

Acredito que Evo Morales está perdendo totalmente o controle de seu projeto de nacionalização, acredito que como no Brasil é o governo quem fica com os dividendos da exploração das riquesas naturais, agora imaginem se aqui no Brasil os moradores dos arredores do porto de santos ressolvessem danificar todo o porto para requerer participações nos lucros de exportação.

Já vimos que a coisa lá é mais desorganizada do que cá.

freefun0616 disse...

酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店經紀,
酒店打工經紀,
制服酒店工作,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
專業酒店經紀,
合法酒店經紀,
酒店暑假打工,
酒店寒假打工,
酒店經紀人,
菲梵酒店經紀,
酒店經紀,
禮服酒店上班,
酒店小姐兼職,
便服酒店工作,
酒店打工經紀,
制服酒店經紀,
酒店經紀,

,