sexta-feira, 26 de outubro de 2007

A INSPIRAÇÃO VEM DE ONDE?

Parece que quando estamos num estágio de felicidade a inspiração nos falta. Mas o que é a felicidade? E porque será que escrevemos melhor quando estamos largados na solidão e nas crises?
Existe uma dificuldade em aceitar isso, mas as melhores histórias, os melhores contos e poemas, são aquelas feitas na companhia de vinhos, músicas tristes, melancolias e um puta sentimento de que a vida não presta. Eu particularmente não tenho o hábito de escrever quando estou extasiado em alegria. Muito pelo contrário, quando meu estado emocional atinge algum tipo de frisson viro um verdadeiro palhaço. Não consigo escrever nada profundo, nada que remeta alguma reflexão, ou sendo mais franco, nada que faça os outros chorar. Talvez por isso, eu não seja artista. Me falta o dom de iludir, ou de mostrar um sentimento quando na verdade sinto outro.