terça-feira, 6 de outubro de 2009

UMA PENA!


Quando me sento para escrever, fico muito mais tempo navegando por sites do que pensando num tema que possa despertar o interesse dos leitores do blog. As vezes sinto falta de conversas inspiradoras. Algo que oriunde de um comentário interessante ou de um relato insípido mas que prenda a atenção e faça pensar.
Muito admiro Manoel Carlos que consegue buscar no seu cotidiano assuntos que dão novela e que duram oito meses. Se eu parar para buscar inspiração no cotidiano certamente o blog acaba amanhã mesmo, senão hoje.
Admiro também autores como o Ferréz que consegue contar coisas interessantes sobre o Capão Redondo, ou autores mais modernos que falam com facilidade sobre suas vivências em bairros sem grandes acontecimentos. Eu tento mas não consigo, talvez porque exijo demais dos fatos que me chegam ou por não me interessar muito por vidas alheias, o que é uma pena.
As minhas inspirações acabam vindo mesmo das crônicas que leio em revistas e jornais, desses últimos até que nem tanto, e então acabo discernindo sobre assuntos mais eruditos quando muitas vezes quero mesmo é falar dos acontecimentos que cercam o meu dia a dia. De novo uma pena!