sexta-feira, 7 de dezembro de 2007

SEM TITULO

Bem. Hoje eu quis começar um romance, uma história onde eu pudesse despejar todas as minhas angústias, alegrias, decepcões, dentre outras possíveis sentimentalidades. Pensei em construir uma personagem que se encarregasse de falar por mim de mim mesmo.
Achei que o dia chuvoso contribuiria para minha inspiração e a ociosidade típica de quem perdeu uma prova importante na faculdade, aproveita o tempo para ouvir músicas, preparar comidas estranhas ou então pensar na vida, poderia ser transformado em criação literária.
Acontece que uma ansiedade me tomou por completo, coisas que não sei explicar e aí não consegui redigir sequer o primeiro parágrafo. Isso não me desanimou, pois tenho toda a madrugada para fazê-lo e tenho esperança que essa história ainda há de tomar vida.