terça-feira, 31 de julho de 2007

DICA DE DVD DO MEU GRANDE AMIGO ALEX FALCÃO

"O ano em que meus pais saíram de férias" -
(Por Alex Falcão)
O filme de Cao Hamburger é o caso explícito que queremos, gostamos e precisamos de cinema por aqui. Filme de cinema puro para o público que gosta da Telona sem o apelo de massas e multidões, mas ao mesmo tempo, um filme pra você, um filme sobre nós.
O silêncio de Mauro nos diz muita coisa. Um sofrimento velado que nos prende pelas experiências e medos que compartilhamos com o personagem do filme e que carregamos da nossa própria infância.
O filme mostra um pouco do clima de festa que invadiu o Brasil as vésperas da copa de 70 e que contrasta bem com a ditadura estabelecida. Motivo esse que faz com que os seus pais o deixem com o seu avô Mótel (Paulo Autran).Avô que não vai poder recebê-lo.
Começamos a ver a vida de Mauro (Michel Joelsas) com uma sociedade totalmente diferente da sua: A comunidade Judaica do Bom Retiro que o abriga nessa época na casa do Velho Shlomo (Germano Hauit).Diante desse cenário, começa o show que esse filme representa. A sua paixão pelo Futebol, as amizades com Hanna (Daniela Piepszik) e Ítalo (Caio Blat), a sua solidão e as vivências de uma criança como todas as outras com as suas futuras histórias pra contar.As constantes imagens espelhadas em seu rosto mostram que tudo é secundário a não ser o sentimento de Mauro diante da realidade vista.
A seleção do Brasil de 70 serve como alívio para o povo e para ele que ali espera os seus pais voltarem de "Férias" que nem ele sabe pra onde, mas que começa a imaginar pela violência que segue no cotidiano de um País em Ditadura. Não tem como passarmos despercebidos diante da corrida de Mauro atrás do Fusca azul ou do seu momento de fúria no filme seguido do seu choro íntimo, particular .
O silêncio que se estabelece no filme diante de diversas cenas faz com que o óbvio fique subentendido. Que os sentimentos ganhem forma pura e simples como se passa no coração da criança. Uma realidade vista e conhecida por todos, mas totalmente nova e dura para o mundo que surge para Mauro.Cenas que simplesmente não se transformam em palavras.
Gênero: Drama Site Oficial: www.oano.com.br Direção: Cao Hamburger Roteiro: Cláudio Galperin, Bráulio Mantovani, Anna Muylaert e Cao Hamburger, baseado em história original de Cláudio Galperin e Cao Hamburger Produção: Caio Gullane, Cao Hamburger e Fabiano Gullane Música: Beto Villares Fotografia: Adriano Goldman Direção de Arte: Cássio Amarante Figurino: Cristina Camargo Edição: Daniel Rezende